domingo, 8 de julho de 2012

Ir ao Veterinário...é como ir ao pediatra!

Desde à um mês para cá tenho que picar o ponto no veterinário. Então cheguei a algumas brilhantes conclusões!

Vou alinhar aqui os pontos...

Ponto 1 . - quanto mais pequeno o cão for...mais barulho faz...
Ponto 2 . - quanto maior for o pão, mais pachorrento é...caso contrario o ponto 1 deixava de existir já eram comidos...
Ponto 3 - Os cães grandes têm medo de ir ao veterinário
Ponto 4 - Os cães pequenos tem medo do veterinário mas fazem-se de fortes ladrando o mais alto que conseguem
Ponto 5 - Os cães grandes tem um belo sistema de travagem nas patas de trás...mas pouca aderência ao piso...
Ponto 6 - os cães grandes deslizam bem num pavimento liso...
Ponto 7 - Os cães grandes tem a cabeça bem agarrada ao corpo...porque com a união do Ponto 3,5 e 6...se não o tivessem só metade do cão ia ao médico!
Ponto 8 - os cães tem problemas com o peso, e por isso só pesam metade do corpo...apesar da insistência de 5 pessoas em que eles ponham todo o seu corpo na balança! 
Ponto 9 - os cães pequenos não sofrem do ponto 5,6 e 7...porque vão ao colo!
Ponto 10 - em cada 10 cães há 1 gato no veterinário!
Ponto 11 - em cada 5 cães bebés, 4 fazem xixi em cima dos donos

Comportamentos dos donos

Ponto 1 - os donos dos cães acham nojento os gatos ( dos outros) andarem por cima das mesas, balcões de cozinhas, mas não acham nojento os seus cães lamberem-lhes a boca toda até ás amígdalas!
Ponto 2 - em cada 3 donos de cães doentes, há 1 que já deixou morrer o cão com as ditas doenças ( o que anima qualquer pessoa na sala de espera !)
Ponto 3 - em cada 10 pessoas na sala de espera, há 9 que trocam experiências dos seus animais em bebés
Ponto 4 - os donos gostam de falar para os seus cães como se tivessem ido ao cinema com o seu melhor amigo ( vez aquele cãozinho tão giro? é amigo...não tem um lido pêlo? Vês não é porcalhão como tu!)
Ponto 5 - Sempre que entra uma pessoa com um transportador, todos os donos de cães perguntam " é um gato?" ( não é um porco preto, e o que eu trago aqui é a febra para assar! mas o meu marido já trás das minis!)
Ponto 6 - Os donos velhos tentar passar à frente dos donos novos, fazendo-se de parvos, tal e qual como fazem na fila do pingo doce
Ponto 7 - Os donos novos rosnam aos donos velhos e atiçam os cães!


Sento-me a um canto a ouvir/observar as pessoas e sinto-me no pediatra..

No veterinário:

" ó que giro! que idade tem? !

No Pediatra

" ó que lindo...tem quanto tempo?"

No veterinário

" que tem ele está doente? "
" Não vem ás vacinas " ou " sim está com uma perna torta"

No Pediatra

" ó o que tem ele está doente?"
" Não vem à consulta dos 6 meses" ou " sim esta a por o pé para dentro"

Hoje também gostei de ver um cão gigante que se portou que nem um lorde e tinha 50 kilos...e um caniche teve que por ansaime!


Ir ao veterinário é sem duvida um belo estudo sociológico!
Da próxima vez conto a aventura que é por e tirar a minha gata do transportador! Não percam!

:)



2 comentários:

Paula Nogueira Guerra disse...

As coisas que se aprende no veterinário é digno de um livro. E tu já deste aqui uma belissima introdução :)

O que eu me ri!

Bjs risonhos xxx

Chuva de Prata disse...

ADOREI! :) fartei-me de rir!